NOTÍCIAS

17º Sons de Vez com Surma, Samuel Úria, Márcia e The Last Internationale

A Casa das Artes de Arcos de Valdevez recebe nos meses de Fevereiro e Março 11 concertos intimistas, que evidenciam o melhor da música feita em Portugal, naquele que é o primeiro Festival do ano.

O ano de 2019 ainda agora começou e a época dos festivais está já oficialmente declarada. Aquela que é uma das mais antigas mostras de música moderna portuguesa, o Festival Sons de Vez, já fervilha e traz consigo dois meses de programação à Casa das Artes de Arcos de Valdevez, bem no Norte do país. São no total 11 concertos em formato intimista, que evidenciam o que de melhor se faz na música emergente, ao mesmo tempo que se presta a devida homenagem a nomes consagrados que raramente vemos ao vivo, em contexto de auditório.

Diogo Piçarra tem as honras de abertura no dia 09 de Fevereiro. Depois de um ano de vitórias com a conquista dos Prémios José da Ponte pela SPA, Melhor Act Nacional pela Rádio Nova Era, e Best Portuguese Act pela MTV, traz-nos a palco uma nova abordagem e conceito, no projeto “Abrigo”, mais intimista e próximo do seu imenso público.

No fim-de-semana seguinte, mais concretamente a 15 de Fevereiro é o rock americano, mas de descendência lusitana, que toma de assalto a programação; os The Last Internationale, que visitaram o ano passado o nosso país para uma brilhante atuação no NOS Alive, regressam para um espetáculo de contornos únicos e que terá a primeira parte a cargo dos Prana, o trio de rock que editou recentemente o disco que assinala 10 anos de carreira “Ser Nenhum”.

A 23 de Fevereiro, a banda de Ed Rocha Gonçalves e Catarina Salinas, os Best Youth. Em digressão com o segundo disco de originais intitulado “Cherry Domino”, a banda do Porto promete trazer-nos um concerto energético com o seu indie rock mesclado de dream pop electrónico.

O mês de Março começa ao som do novíssimo trabalho discográfico de Márcia. “Vai e vem”, assim se chama o álbum, será apresentado ao vivo na Casa das Artes de Arcos de Valdevez dia 02 de Março num conjunto de doze canções, entre as quais o single “Tempestade”, que tem estado a rodar fortemente nas rádios.

A 08 de Março, o palco é entregue à diva da soul nacional Áurea que nos traz a sua “Confessions Tour” e o muito ouvido single “Done with You”, escrito e composto por Carolina Deslandes. A cantora tem estado numa roda viva de trabalho, dividindo os palcos com a prestação enquanto jurada do The Voice Portugal.

A programação do Sons de Vez soma e segue com dose dupla a acontecer a 15 de Março. Primeiro com Rogério Charraz que se faz acompanhar ao vivo dos seus habituais Irrevogáveis, para apresentar a tournée “Km 4.0”, e depois com Surma, que se tem destacado na imprensa como um dos novos talentos nacionais, com sonoridades que fogem do jazz para o post-rock, da electrónica para o noise e nos levam para paragens mais ou menos incertas.

No penúltimo fim-de-semana do mês, a 23 de Março, a noite é de revivalismo com os Ecos da Cave. Nascidos em 1987, foram cabeças de cartaz da primeira edição do Festival Paredes de Coura e hoje, mais de 30 anos volvidos desde a origem estreiam-se no Sons de Vez. Na primeira parte estarão os Atacadores Desapertados, provenientes do concelho vizinho de Ponte da Barca e que marcaram os inícios dos anos 90 com um Punk ácido e aguerrido.

O festival termina a 30 de Março com Samuel Úria. Nascido no decote da nação, entre o Caramulo e a Estrela, o músico e compositor leva para os palcos o blues do Delta do Dão. De lenda rural a lenda urbana tudo está certo: meio homem, meio gospel, mãos de fado e pés de rock n’ roll.

logo grid

Some of Our Clients

Siverra lectus mauris ultrices eros in. Eget egestas purus viverra accumsan in nisl nulla nisi scelerisque euvestibulum sed risus ultricies.

Bakken Inc

Marketing

Welle LTD

AD Agency

Aasen Co.

Design Firm

Manage Lty

Managment
NOVAiDS White-01