Autêntico, sincero e inquietante: “Bruto” é o disco de estreia de Alex

“Bruto não num sentido rude, mas natural, direto e acima de tudo autêntico. Aquilo que que vou cantar e partilhar são os meus valores, a minha atitude, os meus sonhos” – as palavras Alex sobre o novo trabalho a solo.

“Bruto” irá conter cinco canções originais, uma versão de um tema de José Afonso (“Canção do Desterro”), bem como de “Lei Animal” dos Xutos & Pontapés.
Sobre a sonoridade do trabalho, Alex revela-nos que “a guitarra portuguesa é quase constante em todas as músicas, aliada a uma guitarra e um baixo às vezes tímidos, outras vezes em força, sempre sinceros e profundos. Aparece também o cavaquinho e a melódica num tema, tudo isto a fazer companhia à minha voz, assim criamos um ambiente muito próprio, diria único até, pois bebe de muitos estilos musicais. Ao ouvir penso que tudo reage muito em volta das palavras, das ideias inerentes às músicas: a nostalgia no “Depois de Amanhã” (parece cinematográfico), a saudade na “Canção do Desterro”, o desejo na “Lei Animal”, a inquietação no “Porto VS. Lisboa” cujo videoclipe vai sair em breve”.

Sabemos que “Bruto” será apresentado num concerto intimista, marcado pela partilha de músicas que geram sensações, palavras e festa entre os músicos e o público – “Quero que as pessoas acordem no dia seguinte marcadas, tocadas com aquilo que aconteceu e sentiram na noite anterior. Não ambiciono palcos grandes, isso não está sequer na génese deste projecto. Gostava de pisar palcos especiais, diferentes”, afirma o músico.

Processed with MOLDIV

“BRUTO”:
1. PROMETESTE
2. LEI ANIMAL
3. CIDADE BRILHANTE
4. PORTO VS. LISBOA
5. CANÇÃO DO DESTERRO
6. DEPOIS DE AMANHÃ
7. O TEU LUGAR

( Fotografias por Paulo Próspero )