Joana Pereira

6 POSTS 0 COMENTÁRIOS
Adoro fotografia e Drags. Aliás, o primeiro músico que fotografei foi uma Drag. Também leio e escrevo umas coisas sobre arco-íris, unicórnios e purpurinas. O meu guilty pleasure? Céline Dion.

Iminente: um festival unido pela multiculturalidade – Dia 3

Carlão, Sara Tavares e Gisela João cantaram estilos diferentes mas juntaram-se por inteiro no Festival da Arte Urbana, o Iminente O último dia de Festival Iminente, apesar de ter os nomes musicais mais consolidados de...

Valete é rap puro. E o Iminente adora sentir isso – Dia 2

Valete apresentou as novas músicas e fez questão de relembrar todos os rappers que começaram com ele o movimento em Portugal. Eram 20 horas em ponto quando, de repente, o vídeo do Palco Outdoor começou...

Arcade Fire partilharam a felicidade que Coura ansiava – Vodafone Paredes de Coura –...

Não podia existir melhor nome para fechar a edição de 2018. Os Arcade Fire vieram com o propósito de nos empolgar, emocionar e sonhar. E conseguiram-no. Destaque também para a elasticidade artística dos portugueses...

Coura não está preparado para o rap e só quis viver em Slowdive –...

O terceiro dia de festival foi o mais concorrido até agora mas isso não se verificou no feedback aos artistas e o palco secundário até ganhou preponderância. Terceiro dia, dia agitado na questão das pessoas...

Um Homem Tigre foi deixado à solta numa Jungle em festa – Vodafone Paredes...

Os Fleet Foxes eram o nome mais forte do dia mas acabou por ser o português e os britânicos a deixar os festivaleiros mais desconcertantes. O segundo dia de Paredes de Coura tinha expetativas muito...

Arma psicadélica King Gizzard deu êxtase para os ritmos dançantes da dupla The Blaze...

O novo ano de Paredes de Coura trouxe um primeiro dia já bastante concorrido, com os principais nomes a revelarem-se e os portugueses a surpreenderem. A maioria dos festivaleiros chegaram a Paredes de Coura nesta...