Charles Bradley morre aos 68 anos - Imagem do Som
18626
post-template-default,single,single-post,postid-18626,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,footer_responsive_adv,qode-theme-ver-11.2,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2.1,vc_responsive
 

Charles Bradley morre aos 68 anos

O cantor de soul music Charles Bradley morreu aos 68 anos, de acordo com sua página oficial no Facebook.

Em 2016, foi diagnóstico, a Charles Bradley, um cancro no estômago. Após uma pausa na carreira para o tratamento, o cantor voltou aos palcos mas recebeu um novo diagnóstico de outro cancro, agora no fígado. Com isso, Bradley parou novamente a carreira, tendo cancelado todos os concertos marcados até o fim de dezembro, para o novo tratamento.

Mesmo com 68 anos, Bradley estava apenas no seu terceiro álbum de estúdio, Changes, lançado em 2016. A faixa título apanhou os fãs de surpresa, já que é uma versão da música de mesmo nome do Black Sabbath. Bradley resolveu regravar a canção após a morte da sua mãe.

Foi este o texto publicado no Facebook do cantor:

É com um coração pesado que anunciamos a passagem de Charles Bradley. O Sr. Bradley estava realmente grato por todo o amor que recebeu de seus fãs e esperamos que sua mensagem de amor seja lembrada e continuada. Obrigado por seus pensamentos e orações durante este momento difícil.”

Charles Bradley teve sua vida transformada depois de ver um concerto de James Brown no Apollo Theater em 1962.

De origem humilde, foi abandonado pela mãe aos oito meses de idade, foi criado pela avó materna no Brooklyn, em Nova York, e fugiu de casa aos 14 anos atrás de melhores oportunidades. Chegou a morar na rua e dormir em carruagens de metro. Passou mais de 20 anos percorrendo apenas  pequenos palcos, até ser descoberto nos anos 1990. Lançou seu primeiro álbum de estúdio, No Time for Dreaming, em 2011, já aos 63 anos de idade.