dave mathews

Dave Mathews Band o regresso de antigas paixões

Dave Mathews Band o regresso de antigas paixões

Rita Matias dos Santos
Rita Matias dos Santos
Após 6 anos exilada em Paris, Rita regressa à pátria persistindo contra todas as marés no seu sonho de escrever sobre música. Pelo menos da parte da tarde.
Podemos ser um país pequeno, mas é grande de gentes. E foi por esta razão, que Dave Mathews Band, rendidos aos encantos, escolheram Lisboa para o ponto final da digressão europeia.

Inquieto e expectante, o público mostrava-se animado, porém ansioso para que o tão esperado concerto começasse. A entrada dos sete elementos não passou de todo despercebida, foram calorosamente banhados por uma ovação repleta de aplausos de um público bastante diversificado de idades, de grupos de amigos, ou apenas pais e filhos. A banda de Dave Mathews mostrou-se como um vínculo de gerações.

© Teresa Mesquita

Respondendo à forte receção, os primeiros acordes de “Grey Street” soaram para dar início a um espetáculo musical enérgico e contagiante que satisfez até os mais exigentes. Nem as cadeiras da bancada serviram para conter o público que se mostrava completamente dedicado aos seus ritmos ecléticos. O ambiente que se mostrava elétrico, rapidamente se tornou melancólico com “Gravedigger” – o sing along não faltou. Porém, muitas foram as reações, ora nostálgicas, ora eufóricas que emergiam individualmente a cada música.

© Teresa Mesquita

Num concerto que quase roçou as três horas de música, para além de interpretações de Peter Gabriel, houve também espaço para o sopro contagiante de Carlos Malta, que se juntou ao septeto para tocar “Daning Nancies” e ainda “Warehouse”. A riqueza do espetáculo fez-se exatamente na importância que cada instrumento ganhava a cada momento que passava. No conjunto, ou nos seus solos, cada um teve o seu momento: o improviso de percussão, o duelo de sopros, o solo de guitarra… momentos extraordinários aos quais nem o próprio Dave se conteve: “Sometimes i get too excited”.

© Teresa Mesquita

Contudo, a conexão entre o público que aclamava por mais e a banda apaixonada pelo seu público foi intensa, relembrando-nos dos primeiros amores assolapados. Foi um concerto às antigas, onde a dedicação foi total de ambos os lados, onde a luz dos isqueiros, substituída pelas lanternas dos smartphones que iluminavam o Altice Arena quando a banda mais puxava por emoções mais acentuadas e saudosas.

A noite proporcionada pela banda de Dave Mathews e a sua vigorosa voz, para além de excecional, foi memorável. Matou a saudade que ficara desde a última passagem por Portugal, mas sem dúvida que intensificou a vontade para mais um regresso almejante.

 

Dave Mathews Band – galeria completa

Rita Matias dos Santos
Rita Matias dos Santos
Após 6 anos exilada em Paris, Rita regressa à pátria persistindo contra todas as marés no seu sonho de escrever sobre música. Pelo menos da parte da tarde.