Fafá de Belém comemora 40 anos no Coliseu do Porto - Imagem do Som
18995
post-template-default,single,single-post,postid-18995,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,footer_responsive_adv,qode-theme-ver-11.2,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2.1,vc_responsive
 

Fafá de Belém comemora 40 anos no Coliseu do Porto

Fáfá de Belém enche coliseu do porto com legião de fãs e celebra 40 anos dedicados ao mundo da música.

É conhecida a reputação e adoração que desde sempre a diva brasileira despertou no povo português e isso fez-se notar em mais uma noite de casa cheia no Coliseu do Porto.

Do Tamanho Certo Para o Meu Sorriso“, lançado em 2015, é o 27º álbum de Fáfá e um trabalho especial para a artista pois, é o álbum comemorativo dos seus 40 anos de carreira. 

Fáfá produziu este último trabalho como sendo a sua verdadeira essência, músicas com sentimento, paixão, dramatismo, no fundo o resumo da vida da cantora ao longo de 40 anos no mundo do espectáculo.

“Volta” apresenta Fáfá ao público, de costas e com pouca luz, assim se inicia a noite no Coliseu.

Os dez temas que compõem este ultimo trabalho da artista fizeram parte do alinhamento, o que prova a importância que Fáfá atribui ao seu ultimo trabalho. Mas, não faltaram os grandes sucessos, não tantos como o publico esperava, sentia-se isso na sala, mas “Abandonada”, “Bilhete” e “Foi Assim” alegraram os fãs que quiseram passar a noite na companhia e ao som de Fáfá de Belém. Aliás, nunca a expressão “abandonada por você” despertou tanta alegria e euforia nas pessoas como ontem aconteceu, assim que Fáfá inicia este grande sucesso.

Em jeito de despedida, e após a segunda mudança de indumentária Fáfá apresenta-se cantando “Gosto da Vida” enquanto passavam no ecrã gigante fotografias que resumiam os seus quarenta anos de carreira, terminando, naturalmente,com a fotografia de capa do seu ultimo álbum.

Filhos da Bahia“, mais uma grande sucesso da artista encerra a noite. O público pediu ainda o super êxito “Vermelho” e Fáfá “quase” cantou, mas optou pela homenagem aos bombeiros e à tragédia que assolou o País nos últimos meses, terminado a noite com o Hino Nacional cantado em coro por Fáfá e todo o público presente na sala.