Gisela João: “Uma Noite de Natal” encantada no CCB

Gisela João: “Uma Noite de Natal” encantada no CCB

Diogo Fernandes
Diogo Fernandes
Produtor de televisão com um grande fraquinho por discos em vinil e nova música portuguesa.
O Grande Auditório do CCB encheu para uma noite festiva na voz de Gisela João, com a companhia da Orquestra Filarmonia das Beiras e os músicos Luís Figueiredo, Alexandre Frazão e Bernardo Moreira.

“O espírito de Natal, a partilha e o amor, deveriam existir o ano inteiro”. As palavras da fadista soaram depois da introdutória Where or When. Numa sala praticamente esgotada, Gisela João entrou em palco vestida de branco tal como todos os músicos que a acompanhavam. O contraste, feito no Grande Auditório habituado à tradicional indumentária negra, pintou um quadro natalício e lembrou um belo manto de neve – que até teve presente um grande boneco de neve junto a Gisela. O frio da noite ficou fora de portas.

A cantora assinala o momento religioso característico da época com When A Child Is Born e acelera o ritmo com a animada Rockin’ Around The Christmas Tree. Retoma o tom melancólico e doce da literal canção de Natal, The Christmas Song.

© Joana Ruth Martins

Apresentada a Orquestra Filarmonia das Beiras, dirigida magistralmente por António Vassalo Lourenço, e a banda dos seus três mosqueteiros (ou “muchachos”) reforça a mensagem de um feliz Natal com o clássico Have Yourself A Merry Little Christmas. Retira-se por breves instantes não sem antes convidar o público para um confessado clichê – “fechar os olhos e sentir a música”, do intemporal Happy Christmas (War Is Over), sempre com os arranjos de Luís Figueiredo. Quem recusou o convite, teve oportunidade de ver descer do teto a gigante letra “G” (típica do cenário dos concertos a que Gisela João já nos habituou) e uma árvore de Natal, que ficariam suspensas durante o concerto. Um mimo bastante apreciado pela plateia.

© Joana Ruth Martins

A meio concerto, oportunidade para ouvir What Are You Doing New Year’s Eve, Silent Night e O Holy Night. Destaque para a magnífica interpretação de The Nearness of You – com direito à história de um “namoradinho” de Gisela que “foi de vela” porque não soube dar valor às pequenas grandes coisas que importam, como a presença e o “estar” com o outro e ainda a admiração pela versão de Amália deste mesmo tema. De aplaudir também o solo requintado de Bernardo Moreira, no contrabaixo. Em White Christmas viajamos ao universo de um dos intérpretes favoritos de Gisela, Nat King Cole e para encerrar anuncia a chegada do Pai Natal em Santa Claus Is Coming to Town, com a plateia em palmas a acompanhar e neve a invadir o palco.

No encore, recorda a abertura de When or When e com Nature Boy, um clássico standard de jazz, apenas com os seus três músicos e numa interpretação memorável, deixa a prenda perfeita no sapatinho do público do CCB.

© Joana Ruth Martins

Gisela João mostrou nesta noite mágica que é muito mais do que uma das grandes fadistas da nossa praça. A voz sólida, que nos aconchega como uma bebida quente junto à lareira, mostra uma intérprete de alma, coração e amor que transcende géneros e rótulos, mas toca todos que a escutam. Gisela cuidou de nós nesta noite de Natal e agora, a seu pedido, é tempo de cuidarmos uns dos outros.

© Joana Ruth Martins

Gisela João, “Uma Noite de Natal”galeria completa

Diogo Fernandes
Diogo Fernandes
Produtor de televisão com um grande fraquinho por discos em vinil e nova música portuguesa.