Huggs estreiam-se com "Take my hand" - Imagem do Som
20756
post-template-default,single,single-post,postid-20756,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,footer_responsive_adv,qode-theme-ver-11.2,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2.1,vc_responsive
 

Huggs estreiam-se com “Take my hand”

Simultaneamente inspirados pela energia crua e indisciplinada do panorama underground britânico e pelas baladas românticas típicas dos anos 50 e 60, os Huggs nascem do contraste entre as melodias contagiantes do Duarte Queiroz na guitarra e voz e a irreverência punk e bateria pesada do Jantónio, quando os dois se conhecem por acaso num projecto de faculdade.

  Ao vivo apresentam-se como power trio, contando para isso com a ajuda do Guilherme Correia (Ditch Days) que, depois de assistir a um ensaio, não só se encarregou do baixo como ajudou a produzir e completar as primeiras canções da banda.

  Desta forma, Huggs imediatamente nos transporta para uma atmosfera tão suja, fria e insensível – impossível não lembrar a tão aclamada série Shameless – quanto quente e apaixonante.

  “Take My Hand” é o single de apresentação da banda e foi retirado de um primeiro EP com edição marcada para o último trimestre de 2018, gravado pelo Gonçalo Formiga (dos Cave Story) no seu estúdio nas Caldas da Rainha e produzido pelo próprio em conjunto com a banda. O videoclip ficou a cargo do Manuel Casanova, que já trabalhou com bandas como Comeback Kid, Japandroids ou Hills Have Eyes.

  Duarte Queiroz – Voz, Guitarra
Jantónio Nunes da Silva – Bateria
Guilherme Correia – Baixo