HUMANAUTOMATA – ESTREIA

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Humanautomata” é uma peça para orquestra robótica e pequeno ensemble que surge no seguimento do trabalho desenvolvido nos anos anteriores em torno de Phobos – Orquestra Robótica Disfuncional. “Humanautomata” explora as possibilidades de composição através da interação de uma máquina automática central (Phobos) com um conjunto de instrumentos convencionais e não convencionais operados por instrumentistas. Assim, conjuga-se uma linguagem híbrida entre a música escrita e a música improvisada, executada por músicos com experiência em ambas as áreas e em instrumentos tão dispares como os do Atlas de Instrumentos Utópicos (instrumentário desenvolvido pela Sonoscopia), a electrónica, o piano, a harpa ou o violoncelo.

A composição e direcção musical foi entregue ao compositor austríaco Lukas Ligeti, cuja singularidade da escrita, o trabalho prévio com instrumentos automáticos e a forte relação com a improvisação, o tornam numa escolha que tem tanto de fascinante como de surpreendentemente natural. Lukas Ligeti é compositor, percussionista e professor assistente na Universidade da Califórnia, em Irvine. Recebeu, em 2010, o prémio CalArts Alpert Award in Music. Compôs para Bang On A Can, Kronos Quartet, Eight Blackbird, American Composers Orchestra, Ensemble Modern e tocou com John Zorn, Gary Lucas, Marilyn Crispell, entre outros. Pioneiro no campo da colaboração intercultural experimental, foi co-fundador dos grupos Beta Foly e Burkina Electric e colaborou com músicos tradicionais do Egipto, Uganda e Zimbabwe.

NOVAiDS White-01