GABINETE DE IMPRENSA

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

IKFEM inaugura amanhã com espectáculo O Fiadeiro e prolonga-se até domingo

A VII edição do IKFEM – International Keyboard Festival & Masterclasses arranca amanhã, dia 17, com o espectáculo O Fiadeiro que mistura danças e tradições portuguesas e galegas, música e performance, onde os figurinos desempenham um papel fundamental. Em parceria com a Escola Superior de Arte Dramática da Galiza (ESADg), O Fiadeiro liga a música, a moda e a tradição neste trabalho que narra a viagem de José do Campo, de O Caurel onde nasceu, a Nova Orleães, passando pela fronteira portuguesa, nos anos 30 do século passado.

Sob o tema “Music & Fashion”, duas expressões artísticas complementares através das quais é possível mostrar a simbiose perfeita da identidade histórica, o IKFEM volta a ocupar a Ponte Internacional que une Valença a Tui, sexta-feira, dia 19, para, pela primeira vez na história, apresentar um desfile de moda. As protagonistas serão as coleções de Ágatha Ruiz de la Prada e Katty Xiomara. Acompanhadas por música ao vivo, as estilistas vão apresentar as suas colecções num cenário único com acesso livre, mas limitado à lotação de 800 pessoas.

Tendo como fio condutor os instrumentos de teclados como o piano, fortepiano, órgão, concertina, cravo, acordeão, sanfona, keytar e piano electrónico, o IKFEM propõe 16 concertos, oficinas, masterclasses, sessões de cinema, mesas redondas e, como anunciado, um desfile de moda. Ocupando 14 espaços nas duas cidades, como a Catedral e o Passeio Fluvial de Tui, a Praça da República da Fortaleza de Valença de Tui ou a Ponte Internacional, o festival tem uma programação representativa do que de melhor se faz na Península Ibérica.

Com destaque para Pedro Moutinho, que se apresenta na Praça da República da Fortaleza de Valença, dia 20, acompanhado por André Dias (guitarra portuguesa), Tiago Silva (viola), Daniel Pinto (baixo) e Inês Laginha (piano); La Ritirata de Josetxu Obregón (violoncelo), Tamar Lalo (flauta) e Daniel Oyarzabal (órgão e cravo), dia 18, na Catedral de Tui; OMIRI, o projecto one-man-show de Vasco Ribeiro Casais (vídeo, programações, cavaquinho, nyckelharpa, bouzouki costumizado, gaitas-de-fole portuguesa) onde reinventa a música tradicional portuguesa, dia 19, no Passeio Fluvial de Tui; Paula Ríos, que vai homenagear a compositora Clara Wieck-Schumann, mulher do compositor Robert Schumann e referência do romancismo alemão, numa altura em que se assinalam 200 anos do seu nascimento, dia 19 na Praça da República de Valença; Gabriel Alonso e Margarita Viso, um recital de canto para ver na Igreja de Santo Estevão em Valença, dia 21; e a Orquesta IKFEM, composta por músicos portugueses e espanhóis que serão dirigidos pelo maestro Maurizio Moretti, num concerto que terá como solistas Stephan Möller e Marta Menezes ao piano, dia 19, na Catedral de Tui.

Recorde-se que esta VII edição do IKFEM teve um warm-up de três dias em Vila Nova de Cerveira e Tomiño com os “Concertos no Río Minho”. Uma parceria com a AECT – Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial do Rio Minho que levou o IKFEM a estender-se no território.

Mas há mais. Pela primeira vez no IKFEM há cinema com uma exibição da história de Enrique Granados. O documentário “El amor y la muerte” é exibido domingo, dia 21, no Teatro de Tui. Mas também mesas redondas sobre moda e cultura, uma conferência a cargo do compositor galego Juan Durán; uma oficina sobre instrumentos mecânicos; e, não menos importante, as masterclasses, um dos pontos altos do festival. Gratuitas para jovens galegos e portugueses entre os 16 e os 30 anos, estas aulas de piano clássico, piano jazz, acordeão, sanfona, canto lírico e moderno, órgão e cravo estão disponíveis através de inscrição online. Um espaço onde o músico, além de se enriquecer individualmente como intérprete, amplia sua visão global da música aprendendo com estilos musicais e instrumentos intrinsecamente relacionados com o seu. Recorde-se que em seis anos de IKFEM já participaram nas masterclasses mais de 150 alunos de nove nacionalidades.

SOBRE IKFEM: IKFEM é o International Keyboard Festival & Masterclass da Eurocidade Valença-Tui, um evento que, partindo da música de instrumentos de teclado, oferece várias propostas culturais com um carácter transfronteiriço bem vincado. O IKFEM aborda, sobretudo, música mas também se compromete com a formação convidando à descoberta do património cultural das duas margens do Rio Minho, entre o sudoeste da Galiza e o Norte de Portugal. Criado pela pianista e gestora musical Andrea González em 2013, através das associações Xuventudes Musicais Eixo Atlántico (Espanha) e Juventude Musical Eixo Atlântico (Portugal), com o objectivo de criar um espaço de enriquecimento cultural e promoção de novos talentos, o IKFEM tem contado com cada vez mais músicos, mas também mais público.