Segunda-feira, Outubro 22, 2018

O dono disto tudo

Mentor da Imagem do Som. Criou um projeto de divulgação musical que rapidamente se tornou num dos principais site de informação nesta área.

O gajo que manda

Nascido no ano da Revolução, cedo trocou o concelho de Vila do Conde por Leça da Palmeira (terra mais bonita de Portugal segundo os Expensive Soul). Proveniente de uma família de músicos, é na fotografia que encontra a sua verdadeira paixão.

O moço que controla

Produção/conteúdos em Televisão. Um grande fraquinho por discos em vinil e nova música portuguesa. Biografia cheia de profundidade. Badum tsss.

Os que escrevem

Nascida a 17/08/1971 e radicada no Porto. Apreciadora de música indie nas declinações folk/rock/pop/eletrónica. Apetência pela inovação e descoberta de talentos emergentes, mantendo a fidelidade aos clássicos. Fascínio pelas multi-sensações da música ao vivo, de preferência em recintos pequenos. Repórter de texto para publicações musicais.
Produção/conteúdos em Televisão. Um grande fraquinho por discos em vinil e nova música portuguesa. Biografia cheia de profundidade. Badum tsss.
Nascido no ano da Revolução, cedo trocou o concelho de Vila do Conde por Leça da Palmeira (terra mais bonita de Portugal segundo os Expensive Soul). Proveniente de uma família de músicos, é na fotografia que encontra a sua verdadeira paixão.
28 de março de 1970. Porto. Licenciada, Pré-Bolonha, em Línguas e Literaturas Modernas, Variante de Estudos Portugueses e Franceses e Mestrado, Pré-Bolonha, em Linguística Portuguesa pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Professora de português e francês do 3.º ciclo e ensino secundário. Apaixonada pela vida, livros, música, cinema e teatro.
Natural da cidade do Porto. Skipper de profissão. Sou uma miúda eclética, com diversas paixões. Amo artes nas suas mais variadas formas. Escrever e ouvir música fazem-me tanta falta quanto o ar que respiro. Não sei não o fazer. Também não consigo definir um estilo musical que aprecie mais do que outro. Ouço tudo, basta que seja bom.
26 anos. Leiria. Não me orgulho do primeiro CD que pedi aos meus pais mas garanto-vos que, a partir daí, o meu gosto e cultura musical foi sempre em crescente.
Formada em Arterapia, apaixonada pelo ensino e pelas artes, é na escrita e na fotografia que encontra o seu escape e o seu sentido no mundo.
Cresci na Figueira da Foz até me apaixonar por Lisboa. Estou a fazer o Mestrado em Jornalismo, e aqui, na Imagem do Som, junto o gosto pela escrita com o gosto pela música.
Natural do Porto, apreciador dos sons mais pesados, desde o rock progressivo ao heavy metal clássico e aos mais extremos, do death metal, grindcore, etc.

Os que fotografam

Mentor da Imagem do Som. Criou um projeto de divulgação musical que rapidamente se tornou num dos principais site de informação nesta área.
Fotografia e arte. Uma certa paixão por fotografia de autor. Na verdade tudo o que a faça sentir viva faz parte da sua biografia.
90's girl que entre clicks e o boom bap encontrou uma paixão em criar memórias de e para todos os amantes destes dois grandes mundos.
Adoro fotografia e Drags. Aliás, o primeiro músico que fotografei foi uma Drag. Também leio e escrevo umas coisas sobre arco-íris, unicórnios e purpurinas. O meu guilty pleasure? Céline Dion.
Natural de Águeda, a viver actualmente no Porto. O desporto automóvel e a fotografia sempre tiveram o maior destaque na sua vida. Piloto de F1 talvez fosse o sonho... mas hoje só pensa em fotografar. Fotografa essencialmente histórias. Quer continuar a fotografar pessoas o resto da vida. Curiosidade: não gosta de Canon nem de Nikon!
"Pá, esta gaja é uma porreira, tira umas fotos fixes... pronto, tá bom. - Teresa Lopes da Silva"
Da colheita de 62, vive em Lisboa e é formado pela Universidade da Vida. Cedo descobriu “ter queda” para a fotografia mas só com a chegada do digital resolveu cair de vez. Gosta particularmente de sons mais pesados e frequenta regularmente locais pouco recomendados e não é por acaso, é tudo por uma causa: diversão a fotografar! Músico preferido: Gary Moore. E, sim “I have a dream”: fotografar Rammstein!
Nascido no ano da Revolução, cedo trocou o concelho de Vila do Conde por Leça da Palmeira (terra mais bonita de Portugal segundo os Expensive Soul). Proveniente de uma família de músicos, é na fotografia que encontra a sua verdadeira paixão.
Gosta de viagens, de música e de fotografia. De captar a emoção e a cumplicidade entre os músicos e o público. Da intensidade de fotografar um concerto ao vivo. Não gosta de tempo livre... a não ser que tenha uma câmara na mão.