Imagem do Som Jonathan Bree

Jonathan Bree – A night of dark and alluring sounds

Jonathan Bree – A night of dark and alluring sounds

Na passada quarta-feira (26.06.2019), nas instalações do MusicBox Lisboa, intercorreu um serão intimista, na companhia do misterioso produtor e multi-instrumentalista neozelandês, Jonathan Bree.

Após um concerto esgotado nos maus-hábitos do Porto – à semelhança do que tem vindo a ocorrer com demais concertos pela Europa –, foi a vez dos fãs da capital se deixarem levar pelos cânticos sombrios e envolventes do músico.

Acompanhado por projeções extraídas dos videoclips associados às suas faixas, por luzes cujas tonalidades se encaixavam harmoniosamente com os sons que preenchiam a sala, assim como pelos restantes e enigmáticos membros, cuja presença e dança enriquecia a experiência vivenciada, o concerto de Jonathan Bree demarcou-se de muitos outros que neste espaço já tiveram lugar pela sua singularidade, criatividade e, talvez, bizarrice.

Por entre temas muito acarinhados pelos aficionados da banda, em que sobrelevaram os elementos goth e dreary pop e em que o devido e merecido destaque foi concedido à componente teatral – sobretudo por parte das masked dancers –, o autoproclamado master of misery foi capaz de embevecer ininterruptamente todos aqueles que decidiram marcar presença nesta noite de melancolia e saudosismo.

Quase decorridos 50 minutos de concerto, entrou a banda na parte final da sua performance, entoando temas como you’re so cool, fuck it e primrose path.

Terminada a sua atuação, havendo sido projetadas as palavras Thank you, muitos foram os elogios e aplausos, ficando patente o desejo unânime de um célere regresso da banda aos palcos nacionais.

Jonathan Bree Galeria Completa