Mafalda Veiga: 30 anos a (en)cantar gerações

Mafalda Veiga nunca desilude. Com um carisma e charme tão únicos que são “só seus”, que se reconhecem no meio de qualquer multidão e multidão foi mesmo o que não faltou. Tanto em palco como no público que encheu o Coliseu, no Porto.

A artista foi tão grande, que preparou para este “encontro” (como a própria disse) no Coliseu do Porto, um espetáculo inesquecível. Caso para dizer que foi mesmo “uma noite para comemorar”. E a comemorar 30 anos de carreira, Mafalda ofereceu-nos muito mais do que um espetáculo e sim um verdadeiro festim.

Desde as canções mais antigas até às mais recentes. Umas com novas roupagens e outras tal e qual como as conhecemos: foi um desfilar de emoções pela noite fora, bem como de convidados. Desde a grande Simone de Oliveira que, presente num vídeo projetado, abriu o concerto a declamar uma das suas canções mais conhecidas. Nomes como Miguel Araújo, Rui Reininho e Jorge Palma partilharam o palco com a eterna menina.

© Teresa Mesquita
© Teresa Mesquita
© Teresa Mesquita

A “Mafalda parou nos 30” como disse Reininho. E é isso mesmo que ela é, uma menina simples sem artifícios ou purpurinas, que como adereço traz apenas a sua eterna guitarra e algumas histórias que partilhou connosco num ambiente intimista como se estivéssemos todos juntos numa qualquer conversa de café.

Em palco, um clima de nostalgia a saber a saudade. Televisões antigas espalhadas pelo cenário, onde se podia ver estática, intercalada pelas cores que coloriam os ecrãs de toda uma geração que, como eu, tantas vezes aguardou pacientemente a abertura da emissão televisiva. Contudo no público, a miscelânea de idades era tão diversa que comprova o que já muitos sabem desde sempre: Mafalda é intemporal.

© Teresa Mesquita
© Teresa Mesquita

Termina o espetáculo com uma ovação de pé mais do que merecida e regressa. Regressa para nos brindar um pouco mais com a sua magia tão envolvente. Emociona uma vez mais com temas como “Restolho” e “Velho”. Termina em beleza com “Sei de Cor”. Sim, todos te sabemos de cor Mafalda e as vozes que se fizeram ouvir por todo o Coliseu assim o demonstraram. Numa palavra só: fenomenal.

© Teresa Mesquita
© Teresa Mesquita

Mafalda Veigagaleria completa