GABINETE DE IMPRENSA

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Mais de 5000 festivaleiros esperados na 9.ª edição do Côa Summer Fest

Supa Squad e Deejay Telio confirmados para o festival, que acontece de 1 a 3 de agosto em

Vila Nova de Foz Côa

Supa Squad e Deejay Telio são as primeiras confirmações para a 9.a edição do Côa Summer Fest. O grupo de dancehall com raízes cabo-verdianas, responsável por hits como “Tudo Nosso”, “Manda Vir” ou “Ave Maria”, é cabeça de cartaz do primeiro dia de concertos, dia 2 de agosto. Já o produtor e compositor angolano Deejay Telio sobe a palco no dia 3 de agosto e traz consigo Deedz B, com quem colabora nos hits “Meu Ego” ou “After Party”.
“Nos oito anos de festival já passaram pelos palcos do Côa Summer Fest nomes como Blaya, Putzgrilla, Richie Campbell, entre muitos outros. Este ano, mantemos o propósito de dar aos nossos festivaleiros o melhor dos artistas lusófonos. A par destas grandes confirmações, a completar o cartaz vamos ter vários nomes de artistas em ascensão já com bastante popularidade, que revelaremos em breve”, avança Rui Pedro Pimenta, presidente da Associação Juvenil Gustavo Filipe, entidade organizadora do festival. Os Supa Squad vão tocar os seus grandes sucessos num concerto que acreditam vir a ser inesquecível: “O nosso próximo espetáculo no Côa Summer Fest promete ficar na memória como as gravuras rupestres da
região. Temos contagiado o país com os nossos hits um pouco por onde passamos de norte a sul e não vai haver exceção. Esperem muita energia, música, dança e luz. Contamos com todos”, refere o grupo.

O festival, que continua a defender que o “verão não é só praia”, destaca-se por não se dedicar apenas à música, organizando em paralelo várias atividades para os festivaleiros. À semelhança das edições anteriores, que tiveram uma corrida de espuma e uma corrida colorida, o primeiro dia será dedicado também a uma atividade especial que será anunciada em breve.
O Côa Summer Fest conta com o apoio do município de Foz Côa e continua a querer apostar e dinamizar o interior do país. Rui Pedro Pimenta explica o propósito: “O objetivo que nos move é dar a conhecer aos mais jovens os encantos de Foz Côa, sobretudo agora que somos o único festival do distrito, e ser uma alternativa aos programas e festivais de verão que ocorrem maioritariamente no litoral”.

O festival disponibiliza entrada nas piscinas municipais a preços reduzidos para os festivaleiros com pulseira do festival e, à semelhança das edições anteriores, os concertos do Côa Summer Fest, assim como o campismo, são gratuitos. Para quem não desejar acampar, há possibilidade de pernoitar na pousada da juventude, a preços especiais.