Novas confirmações no Vodafone Paredes de Coura - Imagem do Som
20760
post-template-default,single,single-post,postid-20760,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,footer_responsive_adv,qode-theme-ver-11.2,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2.1,vc_responsive
 

Novas confirmações no Vodafone Paredes de Coura

O soul britânico de Myles Sanko e os portugueses X-Wife, Ermo e Smartini juntam-se ao cartaz do Vodafone Paredes de Coura, de regresso à Praia Fluvial do Taboão de 15 a 18 de Agosto.

  Com uma voz crua e poderosa Myles Sanko tornou-se um dos maiores nomes da música soul actual. Natural do Gana, o cantor junta leveza e força nos seus temas, construindo mensagens de optimismo e esperança inspiradas nas grandes vozes dos anos 60 e 70. “Just Being Me”, de 2016, acrescentou um capítulo importante à história do soul britânico. Conhecido pelas suas poderosas actuações ao vivo, Myles Sanko traz o jazz, soul e groove à 26.ª edição do Vodafone Paredes de Coura.

  Após uma pausa que levou os músicos a dedicarem-se a projectos paralelos, João Vieira, Rui Maia e Fernando Sousa estão de regresso como X-Wife. As canções que compõem “X-Wife” são temas trabalhados ao mais ínfimo pormenor e contam com várias participações que vão de Fred Ferreira e Nuno Sarafa na bateria a João Cabrita no saxofone, às vozes de Rita Silva e Liliana Marinho e percussões e misturas de Zé Nando Pimenta. Para além do regresso ao universo musical, 2018 marca igualmente o regresso do trio às margens do Rio Taboão.

  Depois do lançamento do primeiro EP homónimo, o jovem duo de música electrónica Ermo, chegou com “Vem por Aqui”, o primeiro longa duração que recebeu largos elogios pelo seu carácter inovador e desprendido de género. O novo álbum retrata o comportamento humano, engolido pelo mundo digital e apresenta 9 faixas sobre dois humanos do lado de lá do espelho. Um trabalho feito para intrigar que não passará despercebido na estreia da banda no Vodafone Paredes de Coura.

  Também os portugueses Smartini são uma estreia na 26.ª edição do festival. Depois de “Sugar Train”, em 2007, disco que marcou o contexto da música alternativa, a banda de Guimarães regressou em 2016 com o E.P. “Liquid Peace” e continua a vincar a sua posição no panorama indie rock e experimental da cena portuguesa.

  Pela 26.ª edição do Vodafone Paredes de Coura vão passar os já confirmados Arcade Fire, Fleet Foxes, Kevin Morby, Skepta, Jungle, King Gizzard & The Lizard Wizard, Slowdive, The Blaze, Big Thief, … And You Will Know Us By The Trail Of Dead, Curtis Harding, Shame, The Mystery Lights, Pussy Riot, Marlon Williams, Lucy Dacus, Imarhan,  Dead Combo, Japanese Breakfast, Confidence Man, Frankie Cosmos, The Legendary Tigerman, Linda Martini, Keep Razors Sharp e Surma.