GABINETE DE IMPRENSA

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Novo vídeo The Gift – Malifest.

ALTAR foi, sem margem para dúvidas, um dos álbuns mais marcantes da carreira dos Gift até ao momento.
A banda celebra agora a digressão de dois anos que acompanhou o lançamento nacional e internacional deste disco com o novo vídeo de “Malifest”. Um teledisco realizado por Aidan Kless que narra e ilustra estes dois anos de concertos em palcos nacionais, internacionais, festivais e outros eventos que correspondem a muita música e longas horas na estrada.

“Malifest” é o quinto single a ser retirado de ALTAR, disco produzido por Brian Eno e misturado por Flood, seguindo-se a “Love Without Violins”, “Clinic Hope”, “Big Fish” e “You Will Be Queen”, temas que começaram a ser apresentados ao mundo no verão de 2016 e que têm percorrido o mundo.

Desde o lançamento de ALTAR, os Gift deram 119 concertos e tiveram a oportunidade de pisar palcos de salas icónicas, como o Coliseu dos Recreios e o Coliseu do Porto em Portugal, a Union Chapel e Bush Hall – com presença de Brian Eno em palco – em Londres (Reino Unido), o Summer Stage em Nova Iorque (EUA), o Museu de Arte Contemporânea – ERARTA em São Petersburgo e o Club Sixteen Tones em Moscovo (Rússia), entre muitos outros.

De facto, “ALTAR” percorreu mais de 112 mil quilómetros à volta do mundo entre 2017 e 2018, e foi dado a conhecer a públicos na Holanda (Eurosonic Noorderslag, Amesterdão), nos EUA (SXSW e SummerStage em Nova Iorque), na Alemanha (Berlim), no Reino Unido (Great Escape, Bush Hall e Union Chapel, Londres), em Espanha, Brasil, Rússia (Mundial de Futebol da FIFA) e muitos outros territórios.

Recentemente os The Gift lançaram Altar Deluxe Edition, uma edição que conta com: Um disco inédito de 12 remixes de ALTAR e outras canções da carreira da banda feitos por artistas e produtores nacionais e internacionais; Um livro de 32 páginas com seleção de conteúdos e design da Rita Carmo – The Story Behind Altar; Um poster com a foto do australiano Joel Birnie que inspirou a capa do disco; e a edição original do disco Altar, com a produção e co-composição de Brian Eno.