NOTÍCIAS

Orquestra Jazz de Matosinhos abre Ciclo Novos Talentos a Espanha e convida Lluc Casares

Reafirmando o seu papel de Orquestra de Jazz Ibérica, a Orquestra Jazz de Matosinhos convida, pela primeira vez, um novo talento do Jazz Espanhol como solista no Ciclo Novos Talentos: o saxofonista Lluc Casares, de 29 anos. O concerto, dia 2 de Novembro de 2019, no Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery terá como ponto de partida temas do mais recente disco do músico catalão, “Sketches Overseas”, eleito o Melhor Álbum de Jazz de 2018. Deste serão retirados “Maferefun” e “340 Blues”, apresentados neste concerto com novos arranjos para big band. Do repertório da OJM, Lluc Casares escolheu composições de Pedro Guedes e Carlos Azevedo, mas também música assinada por grandes arranjadores como Thad Jones, George Russell e Jim McNeely (com um arranjo de “Up From The Skies”, do guitarrista Jimmy Hendrix). Destaca-se ainda “Isfahan”, de Duke Ellignton e Billy Strayhorn, balada que pede ao saxofone tenor uma profundidade expressiva que o Lluc Casares já demonstrou possuir.

Dedicado à música desde tenra idade, Lluc Casares cresceu rodeado pelos sons do saxofone de Sonny Stitt e do trompete de Louis Armstrong enquanto interiorizava os ritmos dos Afro-Cuban All-Stars ou Earth, Wind and Fire. O seu pai, Pau Casares, herói local da cena catalã, foi o seu primeiro professor e mentor.
A sua formação passou pela ESMUC (Escola Superior de Música da Catalunha), fez o mestrado no CvA (Conservatorium Van Amsterdam), onde teve aulas com Ferdinand Povel, e durante esse período fez um intercâmbio de meio ano na Temple University (Filadélfia), onde estudou com o saxofonista Dick Oatts. Seguiu-se o prestigiado programa “Artist Diploma” da Juilliard School em Nova York, sob a direção de Ben Wolfe e Wynton Marsalis.
Ao longo de sua carreira, Lluc Casares tocou com músicos como Dr. John, Nicholas Payton, Frank Wess, Phil Woods, Lee Konitz, Jon Faddis, Jesse Davis, Arturo Sandoval, Wendell Brunious, Grant Stewart, Ben Van Gelder ou Benjamin Herman. Em 2018 editou “Sketches Overseas” onde conta com a participação de Joel Ross, Philip Dizack, Addison Frei, Mark Lewandowski e Francesco Ciniglio. Eleito “Melhor Álbum de Jazz de 2018”, sucede ao álbum de estreia “RED”, de 2015. Paralelamente, Lluc Casares foi convidado para tocar em mais de 20 discos e é presença assídua nos principais festivais da Europa, como o Festival de Jazz do Mar do Norte, Montreux Jazz Festival, Marciac Jazz Festival, Middelheim Jazz, Middelheim Jazz, Baloise Session e Terrassa Jazz Festival, entre outros.

Recorde-se que o Ciclo Novos Talentos do Jazz acontece desde 2014, duas vezes por ano, no Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery com o apoio da Câmara Municipal de Matosinhos.

logo grid

Some of Our Clients

Siverra lectus mauris ultrices eros in. Eget egestas purus viverra accumsan in nisl nulla nisi scelerisque euvestibulum sed risus ultricies.

Bakken Inc

Marketing

Welle LTD

AD Agency

Aasen Co.

Design Firm

Manage Lty

Managment
NOVAiDS White-01