Pablo Alborán canta e encanta no Campo Pequeno

Quatro anos depois de ter pisado terras lusas pela última vez, Pablo Alborán enche o Campo Pequeno no concerto de despedida da tour Prometo
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Pouco passava da hora marcada quando se começou a ouvir no Campo Pequeno um discurso de promessas em espanhol. De repente, Pablo Alborán leva-nos numa viagem pelo universo e pelos seus quase 10 anos de carreira.

Pouco passava da hora marcada quando se começou a ouvir no Campo Pequeno um discurso de promessas em espanhol. De repente, Pablo Alborán leva-nos numa viagem pelo universo e pelos seus quase 10 anos de carreira. 

© Teresa Mesquita

O último concerto da tour Prometo começou com o primeiro single do álbum, No Vaya a Ser. Um tema alegre que deixou em êxtase todos os presentes e fez com que a plateia nunca mais se sentasse e cantasse todos os temas do início ao fim como se de uma música portuguesa se tratasse. O cantor natural de Málaga fez questão de honrar as suas origens e as danças flamencas estiveram muito presentes ao longo das duas horas de concerto com o público sempre a acompanhar. Emocionado, faz uma pausa para falar com a plateia e agradecer por tudo o que aprendeu ao longo dos últimos anos. “Vocês deram-me muitas lições mesmo sem sabê-lo”, revela. 

A surpresa da noite foi a interpretação espetacular de Pablo Alborán do tema Amar Pelos Dois de Salvador Sobral. O cantor não poupou elogios ao português e revelou que ficou um enorme fã da sua carreira após a vitória de Portugal no Festival da Eurovisão. Com este gesto nem a bancada conseguiu-se ficar sentada e colocou-se de pé para o aplaudir. Após este momento íntimo, seguiu-se Perdóname, um dos temas mais aguardados pelo público português, e apesar de Carminho não poder estar presente, o cantor fez questão de lhe agradecer por tudo e dizer que a ama muchísimo

Para a despedida, Alborán reservou Solamente Tú e Prometo, que representam o seu início e o seu presente, e duas das músicas mais alegres do seu reportório – Éxtasis e Vívela – certificando-se que o turbilhão de emoções vivido naquele concerto terminava em felicidade extrema.  

Uma noite que ficou não só marcada pelo incrível talento de Pablo Alborán e por todos os momentos emocionantes, mas também pelo investimento visual do concerto. Todas as músicas foram perfeitamente acompanhadas por um vídeo ou imagens interativas nos vários ecrãs gigantes.  No alinhamento, o cantor não deixou de parte nenhum dos 14 temas que fazem parte do álbum Prometo. Pasos de Cero, La Escalera, Recuérdame, Por Fin e Vívela do álbum Terral, Dónde Está El Amor, Quien, Tanto e Éxtasis de Tanto, Perdóname, Miedo e Solamente Tú do álbum de estreia homónimo Pablo Alborán e Te He Echado de Menos de En Acústico completaram o resto da setlist. 

O último concerto da tour Prometo começou com o primeiro single do álbum, No Vaya a Ser. Um tema alegre que deixou em êxtase todos os presentes e fez com que a plateia nunca mais se sentasse e cantasse todos os temas do início ao fim como se de uma música portuguesa se tratasse. O cantor natural de Málaga fez questão de honrar as suas origens e as danças flamencas estiveram muito presentes ao longo das duas horas de concerto com o público sempre a acompanhar. Emocionado, faz uma pausa para falar com a plateia e agradecer por tudo o que aprendeu ao longo dos últimos anos. “Vocês deram-me muitas lições mesmo sem sabê-lo”, revela.

A surpresa da noite foi a interpretação espetacular de Pablo Alborán do tema Amar Pelos Dois de Salvador Sobral. O cantor não poupou elogios ao português e revelou que ficou um enorme fã da sua carreira após a vitória de Portugal no Festival da Eurovisão. Com este gesto nem a bancada conseguiu-se ficar sentada e colocou-se de pé para o aplaudir. Após este momento íntimo, seguiu-se Perdóname, um dos temas mais aguardados pelo público português, e apesar de Carminho não poder estar presente, o cantor fez questão de lhe agradecer por tudo e dizer que a ama muchísimo.

Para a despedida, Alborán reservou Solamente Tú e Prometo, que representam o seu início e o seu presente, e duas das músicas mais alegres do seu reportório – Éxtasis e Vívela – certificando-se que o turbilhão de emoções vivido naquele concerto terminava em felicidade extrema.

Uma noite que ficou não só marcada pelo incrível talento de Pablo Alborán e por todos os momentos emocionantes, mas também pelo investimento visual do concerto. Todas as músicas foram perfeitamente acompanhadas por um vídeo ou imagens interativas nos vários ecrãs gigantes. No alinhamento, o cantor não deixou de parte nenhum dos 14 temas que fazem parte do álbum Prometo. Pasos de Cero, La Escalera, Recuérdame, Por Fin e Vívela do álbum Terral, Dónde Está El Amor, Quien, Tanto e Éxtasis de Tanto, Perdóname, Miedo e Solamente Tú do álbum de estreia homónimo Pablo Alborán e Te He Echado de Menos de En Acústico completaram o resto da setlist.

Pablo Alborán Galeria Completa

OUTRAS REPORTAGENS

NOVAiDS White-01