Rui Massena: A Entrevista

349

 

Como surgiu a música na sua vida?
No jardim de infância a educadora sugeriu aos meus Pais que eu estudasse música. Achava que eu tinha jeito e os meus pais alinharam. Comecei aos 5 anos.

Quais são os discos que mais ouve actualmente?
ouço muita música clássica, muito jazz e neo clássica.

Qual foi a importância da Fundação Orquestra estúdio- Guimarães 2012 capital europeia da cultura-na sua vida?
A Fundação Orquestra Estúdio foi criada no âmbito da Capital Europeia, e foi um projeto de excelência. Músicos de 22 nacionalidades europeias de grande nível. A orquestra tinha um som poderoso e uma flexibilidade ímpar. É um marco na minha vida artistica. Fiquei muito triste por não ter continuado.

Com uma carreira internacional como maestro quando é que começa a pensar em editar o seu primeiro disco de originais “Solo”?
Em Novembro de 2013 fui a Paris e decidi que ía começar a gravar e compor a minha própria música.

Depois veio Ensemble com a colaboração com a Czech National Symphonic Orchestra e agora III com a Band?Qual é o fio condutor?O fio condutor sou eu. A minha formação e o que a cada momento me apetece fazer. A descoberta de novos universos sonoros sempre foi muito importante para mim e é por isso que luto.

Como definiria este disco III?
É um disco em que o eletrónico se funde com o acústico. Uma metamorfose pessoal. Uma descoberta de novos sons e espaços sonoros. Mantém uma tranquilidade na audição mas por dentro está cheio de inquietações.

Porque diz que foi um grande avanço na sua identidade como compositor?
Por ter conseguido encontrar um novo universo sonoro e também porque conjuguei e convivi com músicos de vários quadrantes musicais. Isso dá trabalho mas o resultado final é um resumo do melhor que cada um tinha para dar ao projeto!

O que o público pode esperar do concerto de apresentação deste disco no coliseu do Porto? 
Julgo que o público pode esperar uma celebração com a minha música. Vou apresentar os temas do novo disco mas também canções dos outros dois discos.