Tremor abre open call para projecto dirigido à comunidade açoriana

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Está lançada a primeira convocatória para um dos maiores projectos que o Tremor 2020 vai desenvolver com a comunidade açoriana. De nome Atlas São Miguel, a proposta orientada por Ana Borralho e João Galante irá construir uma peça-performance que contará com a participação de 100 residentes da ilha de São Miguel. Os interessados em participar neste processo criativo, que resultará na apresentação de uma obra original, no dias 1 e 2 de abril de 2020, no Teatro Micaelense, deverão inscrever-se através do website www.tremor-pdl.com e do email atlassaomiguel@gmail.com, até ao dia 1 de março. Os ensaios decorrerão de 26 a 31 de março, em Ponta Delgada. 

Na mitologia grega, Atlas foi condenado a carregar a Terra e os Céus nos seus ombros. Esta representação clássica da figura serve de ponto de partida para as ideias de Joseph Beuys, artista plástico que defendia que a revolução tem como ponto de ignição o indivíduo. A performance Atlas São Miguel pretende reunir, no mesmo palco, 100 pessoas de diferentes profissões, criando um mapa da organização social humana que tem como base a função que cada um desempenha na sociedade. Explorando processos e mecanismos de criação em grupo e com a comunidade, que façam emergir a arte na vida pessoal e social de cada um dos participantes, Atlas construirá uma revolução silenciosa, que alarga a noção de escultura social e encarrega a arte de um papel ativo na sociedade.

Ana Borralho
e João Galante conheceram-se enquanto estudavam artes plásticas. Na década dos 90 trabalharam juntos como actores/co-criadores com o grupo de teatro Olho. Desde 2002, trabalham em parceria nos campos da performance, dança, instalação, fotografia, som e vídeo. Ana Borralho & João Galante são um casal na vida, uma entidade com dois corpos, elemento biográfico essencial para a compreensão do seu trabalho, já mostrado em muitos países. Criaram, com Mónica Samões, a associação cultural Casabranca, e são directores artísticos do Festival Verão Azul no Algarve.

NOVAiDS White-01