Yasmine Hamdan, Dear Telephone, Fugly e Grandfather’s House no Vodafone Paredes de Coura

41

Desde que surgiu como parte do emblemático duo Soapkills que Yasmine Hamdan é considerada um ícone da música underground. Na altura, a banda formada na cidade de Beirut foi o primeiro grupo de indie eletrónico a surgir no Médio Oriente.

Pioneira da música pop na região, Yasmine continuou a carreira e ganhou visibilidade enquanto cantora, compositora e actriz. Ainda que com uma voz ligada às tradições da música árabe, as estruturas e arranjos incorporam sonoridades electrónicas do pop e do folk ocidental contemporâneo à música da artista libanesa. “Al Jamilat”, o último álbum a solo lançado em 2017, foi produzido por Yasmine juntamente com Luke Smith e Leo Abrahams, e conta com colaborações de Steve Shelley (Sonic Youth) e Shahzad Ismaily.

  Inspirados no nome da curta-metragem de Peter Greenaway, os Dear Telephone juntaram-se em 2010 para deixar expressa a vontade de cantar soap operas e melodramas de bolso em pequenas composições. Depois de um primeiro registo recebido com entusiasmo, e de um longa duração que os levou além fronteiras, dedicaram 2016 à composição de “Cut”, editado em 2017. Graciela Coelho, André Simão, Ricardo Cibrão e Pedro Oliveira continuam a explorar as subtilezas do formato canção numa sonoridade que é cada vez mais expansiva e directa.

  Dois anos depois do primeiro EP “Morning After”, os Fugly seguem o seu percurso em busca do caos e da excentricidade frenética do noise e do garage com o novo “Millennial Shit”. Pedro Feio, ou Jimmy, começou o projecto em 2015 quando se cansou de estar atrás da mesa de mistura e sentiu vontade de subir aos palcos. Mais tarde, convidou Rafael Silver e Nuno Loureiro para juntos misturarem garage com psicadelismos e influências díspares, próprias de quem passou a adolescência a ouvir tudo o que foi feito nas décadas de 1960 e 70.

  Em meados de 2012, Tiago Sampaio surgiu com Grandfather’s House mas não demorou muito até transformar o formato one-man band em banda completa como a adição da voz de Rita Sampaio e a bateria de Ana João Oliveira. “Diving”, o mais recente disco do grupo, conta com a participação de Adolfo Luxúria Canibal, Nuno Gonçalves e Mário Afonso. Com uma sonoridade mais densa, o novo trabalho explora as memórias e as emoções numa evolução que cresce da raiva até à paz.

  Yasmine Hamdan, Dear Telephone, Fugly e Grandfather’s House são as mais recentes confirmações para o Vodafone Paredes de Coura. A 26.ª edição está de regresso à Praia Fluvial do Taboão, de 15 a 18 de Agosto, por onde vão passar os já confirmados Arcade Fire, Fleet Foxes, Kevin Morby, Skepta, Jungle, King Gizzard & The Lizard Wizard, Slowdive, Myles Sanko, The Blaze, Big Thief, … And You Will Know Us By The Trail Of Dead, Curtis Harding, Shame, The Mystery Lights, Pussy Riot, Marlon Williams, Lucy Dacus, Imarhan,  Dead Combo, X-Wife, Japanese Breakfast, Confidence Man, Frankie Cosmos, The Legendary Tigerman, Linda Martini, Keep Razors Sharp, Surma, Ermo e Smartini.