melhores

De 15 a 21 de dezembro de 2019 ouve os sons das imagens do Diogo Santos

De 15 a 21 de dezembro de 2019 ouve os sons das imagens do Diogo Santos

Diogo Santos
Diogo Santos
Filho do Rock, tornou-se Imaginário após detectar uma gralha na reportagem do projecto no concerto dos Xutos & Pontapés no Dragão Caixa. De 2012 para cá, tornou-se amigo de Zé Pedro, já guiou o Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa pelos camarins do antigo Pavilhão Atlântico e transpõe todas essas experiências nas reportagens que faz. Sempre ao abrigo do verdadeiro Acordo Ortográfico e não do falsificado.

A Imagem do Som é feita por pessoas que escolhem, para pessoas com escolha.

Cada um de nós tem sensibilidades sonoras próprias, que projeta nas imagens retrata ou redige. Neste posto, partilhamos a escuta que nos molda, numa seleção sem algoritmos, sem contrapartidas, sem concessões.

De 15 a 21 de dezembro de 2019 ouve os sons das imagens do Diogo Santos.

15.12.2019 | Xutos & Pontapés”| “Duro”

Abre o último trabalho discográfico da banda, com o mesmo nome. Com a sonoridade que caracteriza a banda, a canção capta, na perfeição, o que é o rock n’roll. Pois o rock n’ rol é muito mais que um estilo musical. É um modo de ser e estar na vida, já dizia Zé Pedro.

Concerto de Bolso TSF com Xutos e Pontapés

Ouça "Duro" de Xutos e Pontapés, num Concerto de Bolso especial na TSF. xutosbit.ly/2HNbaGL

Publicado por TSF – Rádio Notícias em Sexta-feira, 29 de março de 2019

16.12.2019 | Ladrões do Tempo | “Oxalá”

Continuo a invocar Zé Pedro. Estamos perante a banda secundária dele, cujo primeiro e único disco, ‘1º Assalto’, tem, num lote de puro rock, esta música que se destaca. Acredito vivamente que, se esta música fosse o despertador dos membros da nossa sociedade, viveríamos muito mas muito melhor, individual e colectivamente.

 



17.12.2019 | Nando Reis | “As Coisas Tão Mais Lindas”

No geral, é uma música lindíssima. Originalmente foi gravada por Cássia Eller, no disco ‘Com Você… Meu Mundo Ficaria Completo’, de 1999. No entanto, a música é da autoria de Nando Reis e é na sua voz que se tornou icónica. Para um escritor como eu, a extensa enumeração que antecede o refrão é deliciosa.



18.12.2019 | Ed Sheeran | “Supermarket Flowers”

O repertório de Ed Sheeran tem estado cada vez mais presente na minha vida. A minha escolha oscilou entre ‘All of the Stars’ (banda sonora não só do filme ‘The Fault in Our Stars’ mas também de um momento marcante que vivi) e ‘Supermarket Flowers’. No entanto, após o concerto do músico em Lisboa, alguém disse-me que tinha ficado com pena desta não ter entrado no alinhamento. Fiquei a pensar ‘mas que raio?’ e fui investigar. Escrita sobre o desaparecimento da sua avó, sob a perspectiva da mãe, é uma música para se ouvir de olhos fechados e deixar as emoções fluir.

19.12.2019| Bruce Springsteen | “Queen of Supermarket”

Faz um groove formidável com a música do dia anterior. Do disco ‘Working on a Dream’, de 2009, foi tocada apenas três vezes pelo Boss. No entanto, toda a história que a letra conta numa musicalidade suave, mas profunda, faz-me rever, com imensa saudade, a minha própria infância.

20.12.2019 | Queen | “Heaven For Everyone”

A escolha poderia ter sido ‘Don’t Stop Me Now’ mas a recaiu sobre ‘Heaven For Everyone’. Diz-se que esta última foi feita para o disco ‘A Kind of Magic’, de 1986, mas acabou por ser lançada em 1987 pelos ‘The Cross’, banda secundária do baterista Roger Taylor. Nela, Freddie Mercury foi convidado para… fazer coros! Acabou por fazer uma versão onde a cantou integralmente. As pistas da sua voz foram recuperadas para o álbum póstumo de 1995 (e último dos Queen), ‘Made In Heaven’. A letra é fenomenal, actual, e o arranjo tem a sonoridade típica dos Queen.

21.12.2019 | The Rolling Stones | “(I Can’t Get No) Satisfaction”

O meu amigo Zé Pedro dizia que esta era a melhor música rock já alguma vez feita. É preciso dizer algo mais?

Diogo Santos
Diogo Santos
Filho do Rock, tornou-se Imaginário após detectar uma gralha na reportagem do projecto no concerto dos Xutos & Pontapés no Dragão Caixa. De 2012 para cá, tornou-se amigo de Zé Pedro, já guiou o Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa pelos camarins do antigo Pavilhão Atlântico e transpõe todas essas experiências nas reportagens que faz. Sempre ao abrigo do verdadeiro Acordo Ortográfico e não do falsificado.

Colaboradores

Acesso restrito aos Colaboradores da imagem do Som