Plastic People @ Teatrão

Lançado em setembro de 2018, o álbum “Visions” dá a conhecer a sonoridade pós-punk, rock e new wave que carateriza o trio de Alcobaça. Ao falarem das “ilusões, expectativas goradas e da dificuldade em lidar com uma visão romântica da vida”, as histórias do primeiro álbum dos Plastic People cruzam as experiências dos elementos da banda com o “quotidiano de pessoas que levam a vida ao limite” para criarem um “verdadeiro romance punk” – expressão que usam no comunicado de imprensa do álbum.
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Fotoreportagem: Alexandre vaz

O projeto Plastic People começa em 2015, Alcobaça, ideia de André Frutuoso, João Gonçalo e João Tiago. Ainda sem um nome definitivo, em 2016 eram Human Fiction e apresentam os primeiros temas de sonoridade pós-punk, rock e alternativa que os iam encaminhar para a pré-produção do primeiro álbum, “Visions”, lançado em setembro de 2018, já com o nome com que se apresentam agora. Antes disso venceram o EDP Live Bands de 2017, vitória que lhes valeu um lugar num dos palcos do festival NOS Alive desse ano. Desde então, juntamente com João Jerónimo, Nuno Ruas e Cristóvão Carvalho, têm andado a dar a conhecer as dez faixas deste “verdadeiro romance punk” que teve como tema de avanço a música “Riding High on Acid”. Esta e outras na Tabacaria da Oficina Municipal do Teatro.

© Alexandre Vaz
Ainda antes de se retirarem para trabalhar no sucessor de 1755, os Moonspell passaram pelo HardClub Porto
© Alexandre Vaz
© Alexandre Vaz

Plastic Man – Galeria Completa

OUTRAS NOTÍCIAS

Colaboradores

Acesso restrito aos Colaboradores da imagem do Som