Roriz, casa de moshe

O Souto Rock terminou a sua 15ª edição no sábado e a freguesia de Barcelos foi abalada por um terramoto de rock e muita, muita animação.
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

O Souto Rock voltou para a sua 15.ª edição. A identidade do festival – e da cidade de Barcelos – continua bem viva: muito e muito bom rock.

O Souto Rock despediu-se de Barcelos depois de três dias repletos do que mais identifica a cidade: rock. Muito rock. A 15ª edição terminou no sábado e a noite foi encabeçada pelos internacionais Putan Club, que levantaram todo o pó, suor e cabelos possíveis no pequeno Largo do Souto.

Mr MojoGaleria Completa

Seguiu-se um dos nomes grandes do festival, os Gator, The Alligator. O rock psicadélico da banda, à lá King Gizzard & The Lizard Wizard, foi uma lufada de animação e de headbanging pela banda que estava a jogar em casa.

Gator, The Alligator – Galeria Completa

A noite abrandou um pouco quando chegou Mr. Gallini & The Eggz. O concerto não teve a pojança instrumental e a música explosiva de muitos outros nomes no cartaz, mas serviu como uma bomba de oxigénio e uma desintoxicação para o que se viria a seguir.

Mr.Gallini & The Eggz Galeria Completa

Por final de tudo, partiu-se a louça. Havia quem sangrasse dos braços. Um plástico estava caído no chão. Os resultados da passagem de Putan Club pelo Souto eram notórios.

O estilo industrial-techno-rock (a descrição possível) do duo composto pelo francês François Gambuzat e pela italiana Gianna Greco invadiu e desafiou o público. E o público não se acanhou.

Houve muito moshe, com o tal plástico a esvoaçar pelos ares, e alguém a aventurar-se e a nadar em cima do mar de gente e do plástico. Houve um pouco de tudo, mas não ia chegando. Os Putan Club estenderam o concerto, pediram mais tempo e tocaram mais.

Putan Club Galeria Completa

Foi o final adequado para um festival que tanto procura oferecer o rock alternativo a uma cidade sempre pronta para o acolher. Ainda houve DJ Set de Lovers & Lollypops vs Dedos Biónicos e a festa continuou noite dentro.

O Souto, esse, despede-se como o único festival de rock em Barcelos, depois da cidade ter ficado sem o Milhões de Festa para a edição de 2019. A alternativa está dada e manterá Barcelos vivo, enquanto lhe compete.

OUTRAS NOTÍCIAS

NOVAiDS White-01